Desde 2000
Todas as manhãs informando o operador do direito
Clique aqui e cadastre-se
21
JUL

Mobilização na OAB Guarapuava lembra um ano da morte de Tatiane Spitzner e marca Dia de Combate ao Feminicídio

A OAB Guarapuava irá integrar, na próxima segunda feira (22), a mobilização estadual do Dia de Combate ao Feminicídio, que contará com vasta programação em Guarapuava. No município, o evento com o apoio da Subseção e também da OAB Paraná. A mobilização ocorre no dia em que a morte da advogada guarapuavana Tatiane Spitzner completará um ano.

“A morte da Tatiane foi recebida com muita tristeza e surpresa por todos os colegas da classe, sem dúvidas. E a nossa diretoria não quer deixar que a data passe em branco. Transformaremos este dia em um marco de luta pela conscientização, contra o feminicídio e principalmente conta a violência de gênero”, explica Maria Cecília Saldanha, presidente da OAB Guarapuava.

A programação no Dia Estadual de Combate ao Feminicídio começará em Guarapuava às 9h, com panfletagem e divulgação de serviços às mulheres na Praça 9 de Dezembro. À noite, no Teatro Municipal de Guarapuava, serão realizadas, entre outras atividades, mesas redondas e debates sobre o tema feminicídio. A presidente em exercício da OAB Paraná, Marilena Winter, e a advogada Sandra Lia Bazzo Barwinski, da Comissão de Estudos da Violência de Gênero (Cevige) da OAB Paraná, também irão participar do evento.

“Nesta programação, a OAB Guarapuava irá lançar o Projeto Tatiane Spitzner, que basicamente aumentará o engajamento da Subseção, através da Comissão da Mulher Advogada, junto à rede de enfrentamento e atendimento à mulher vítima de violência”.

Confira, abaixo, a programação do dia 22 de julho em Guarapuava:

 

MANHÃ – de 9h às 12h

Local: XV de Novembro, em frente à Praça 9 de Dezembro

Panfletagem e divulgação dos serviços de atendimento às mulheres em situação de violência;

Ação “Nenhuma a menos – o retrato do feminicídio no Paraná”;

 

NOITE – de 18h30 às 22h

Local: Teatro Municipal de Guarapuava

18h30 – Abertura da exposição “Nem tão doce lar – uma vida sem violência: direito de mulheres e de homens”

19h – Cerimonial de abertura

19h30 – Apresentação cultural

19h40 – Lançamento do Projeto da OAB Guarapuava “Tatiane Spitzner”

20h – Palestra “O ciclo da violência doméstica e a importância da denúncia”, com a jornalista Giulianne Kuiava

20h30 – Talk Show “Feminicídio: a ponta do iceberg”

Mediadora: Priscila Schran de Lima, secretária municipal de Políticas para as Mulheres.

Expositores:

Camila Grande da Silva, coordenadora e psicóloga do CRAM (Centro de Referência e Atendimento às Mulheres em situação de violência);

Ana Carolina Hass de Miranda, delegada da Delegacia da Mulher;

Sandra Lia Bazzo Barwinski, advogada e coordenadora da Cevige;

Eduardo Bischof, professor de sociologia do Instituto Federal do Paraná, campus Pitanga.

21h30 – Apresentação cultural de encerramento

Fonte: OAB-PR

Últimas Notícias